Racismo Estrutural: a importância do dia Nacional da Consciência Negra

Publicidade

Aqui no Brasil o dia Nacional da Consciência Negra existe desde 2003, e ele serve para criar uma reflexão sobre o protagonismo das pessoas pretas na sociedade. Mas claro, num país onde o racismo estrutural é tão forte como no Brasil, essa data causa sempre muito debate.

De um lado, parte da sociedade luta para dar mais oportunidades para as pessoas pretas, enquanto a outra usa argumentos rasos e mentirosos para desqualificar a necessidade e a importância de uma data como essa.

O resultado é que nos últimos anos vemos o vídeo do Morgan Freeman falando que não quer um mês de consciência negra sempre sendo utilizado por racistas e pessoas que foram ensinadas a acreditar que não existe racismo, ou que isso é besteira, perpetuando o racismo estrutural.

No vídeo, Morgan age como um preto da casa grande ou capataz de engenho defendendo o seu senhor.

Morgan não enxerga o seu privilégio de milionário e ao minimizar a causa alegando que o seu sucesso é fruto de seu esforço, é um racismo tão estrutural como o que vemos no dia a dia na sociedade, onde pessoas pretas são mortas só pelo simples fato de serem pretas.

Um bom contra-argumento sobre essa narrativa preconceituosa é o do ótimo vídeo do Spartakus Santiago de 2019 em formato fictício de entrevista debatendo a visão estreita do Morgan Freeman sobre o tema.

Assim como eu mesmo já cai na argumentação fácil do Morgan anos atrás, outras centenas de milhares de pessoas também, e seguem perpetuando o racismo estrutural, desqualificando a importância data.

Reconhecer o racismo estrutural é primeiro passo

Ok, eu admito que ter somente um dia de conscientização não é o suficiente para acabar com o racismo. Mas só o fato da data ser desqualificada por parte da sociedade é a maior prova do racismo estrutural, por isso é tão importante debater, lutar e militar, dando mais visibilidade sobre o tema.

 

Outro vídeo importante é o que o Felipe Castanhari fez em formato de animação sobre o que aconteceu com os pretos depois da Abolição da Escravatura no Brasil.

Só de saber esse fato histórico, já seria suficiente para entender a causa, e quanto cada um de nós brancos tem uma dívida histórica com os anos de escravização e como a sociedade ainda não deu a devida atenção ao racismo estrutural.

Por isso, hoje eu celebro o Dia Nacional de Consciência Negra!!!

 

A pauta é a Letra Escarlate

Homens combatendo o machismo é mais do que uma simples cortesia, é uma questão de respeito, empatia e consciência. É nossa obrigação enquanto seres humanos civilizados.

Tapa

Violência gera violência, mas é preciso entender que há mais de um tipo de violência.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.